Chegou a hora do reajuste do plano de saúde 2024? Fique atento: aumento nos valores deve ser anunciado em breve!

Ano novo, contas novas. Organizar o orçamento anual desde logo é importante para não se perder em meio aos compromissos financeiros. Eles incluem IPTU, IPVA e, também, o reajuste do plano de saúde 2024.

Anualmente os preços dos planos de saúde passam por uma mudança. Ela é necessária em razão da inflação, do surgimento de novas terapias e do aumento dos gastos para manutenção do atendimento médico e hospitalar.

Por isso, quem tem um plano de saúde – seja individual, familiar ou empresarial – precisa ficar atento, pois os valores irão mudar em breve e podem impactar em seu orçamento.

 

Como funciona o reajuste do plano de saúde 2024?

O reajuste dos planos de saúde é permitido pela lei brasileira. Ele varia de acordo com a modalidade do convênio.

Quando o plano de saúde for individual ou familiar, a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) é quem o regula. Ela determina qual será o reajuste máximo, que é ilustrado por um percentual.

Isso não acontece em relação aos planos de saúde coletivos, como os empresariais. Neste caso, as operadoras têm liberdade para estipular qual será o reajuste. Contudo, devem justificá-lo.

Quem pode ser dependente no plano de saúde empresarial?

 

Qual será o reajuste do plano de saúde em 2024?

Até o momento ainda não houve determinação de qual será o reajuste dos planos de saúde neste ano. Portanto, o que temos são apenas projeções que já dão uma ideia de quanto os brasileiros precisarão desembolsar para manter o serviço.

De acordo com as projeções, o aumento dos valores para 2024 deverá seguir o mesmo patamar observado em 2023. No ano passado, os planos coletivos tiveram reajuste médio de 14,4%, enquanto o teto para os individuais foi de 9,63%.

A expectativa é que neste ano o aumento para os coletivos gire em torno de 14,1%, enquanto o teto de reajuste do plano de saúde individual em 2024 deverá ser de 9,62% a 9,64%.

De acordo com as regras da ANS, todos os planos de saúde – coletivos ou não – devem informar aos seus beneficiários o valor do reajuste com pelo menos 30 dias de antecedência.

Como cancelar o plano de saúde?

 

O que fazer se eu não concordar com o reajuste do plano de saúde?

Caso você não concorde com o reajuste aplicado pelo seu plano de saúde, uma alternativa é recorrer à ANS. A Agência analisa a situação a fim de entender se há abusividade no aumento dos valores ou não.

Outra opção é buscar outros planos de saúde disponíveis na sua região. Nesta hipótese, você não perde o tempo de carência já cumprido no serviço atual.

Como fazer portabilidade do plano de saúde?

Além disso, muitas pessoas buscam alternativas para baratear os custos. Por exemplo, em alguns casos, cancelar o plano de saúde individual para aderir ao empresarial na condição de MEI (Microempreendedor Individual) vale a pena.

Para encontrar a melhor solução para você e planos de saúde com valores justos, busque quem entende do assunto. A Carol Flor Corretora está disponível para auxiliar você! Tire suas dúvidas em relação ao reajuste do plano de saúde 2024 e conheça alternativas disponíveis que se enquadrem em suas necessidades. Assim, garanta acesso a serviços médicos particulares com valores que cabem no seu orçamento!

Notícias relacionadas

30/01/2024

Quais são as desvantagens do consórcio imobiliário?

Leia mais trending_flat
23/01/2024

Seu plano de saúde foi cancelado? Saiba o que fazer

Leia mais trending_flat

Fale com a Carol Flor
Entre em contato pelo
WhatsApp e tire suas
dúvidas.